| (45) 3284-5700 | 9.9953-5200 Av. Rio Grande do Sul, 2700
(45) 3284-5700 | 9.9953-5200 Av. Rio Grande do Sul, 2700
Por Assessoria | Postado em: 10/10/2017
Empresária rondonense se destaca no Prêmio Mulher Empreendedora
Empresária rondonense se destaca no Prêmio Mulher Empreendedora

Durante o 4º Congresso da Coordenadoria das Associações Comerciais e Empresariais do Oeste (CACIOPAR), realizado na sexta-feira (29), em Cascavel, aconteceu a entrega do 2º Prêmio Caciopar Mulher Empreendedora.

 

O prêmio é um reconhecimento à história de vida de mulheres que inspiram as atuais e as novas gerações de empresárias e executivas da região Oeste do Paraná.

 

Entre as cinco finalistas de 28 inscritas, estava a professora de idiomas e empresária rondonense proprietária da Leader School, Luciana Roesler. Entre tantas histórias de mulheres determinadas e batalhadoras, a empresária merece destaque.

 

Trajetória

 

Antes de ter o próprio negócio, Luciana trabalhou na relojoaria da mãe, o que, segundo ela, foi onde obteve uma base de como administrar, além do exemplo.

 

Formada em Letras, também musicista e com formação internacional no idioma inglês por vários testes de proficiência, a empresária começou a dar aulas particulares no apartamento da mãe. O plano era uma mudança para outra cidade, mas alguns alunos por gostarem das aulas insistiram pela permanência da professora, e de 10 alunos inicialmente, o número quadriplicou. Foi quando sugeriram que ela tentasse abrir uma escola própria.

 

“Sempre digo que não fui eu que escolhi abrir a escola, mas meus alunos me escolheram. Falava em ir embora e eles insistiam para que eu ficasse. Até que decidi criar a Leader School, em 2005. Meu marido me auxiliou em alguns processos para a gestão e foi para Curitiba fazer o doutorado. Eu fiquei com um filho pequeno e o início do trabalho. Nada veio pronto, tudo foi conquistado passo a passo, com muita garra, muito dedicação, estudo, formação e o resultado foi aparecendo”, conta.

 

Diferenciais

 

Hoje, a escola de idiomas com credenciamento TOEFL, possui sede própria, 400 alunos e uma equipe de professores selecionados para oferecer uma formação personalizada e de qualidade para cada estudante, de crianças a adultos. “A personalização é extremamente rica no ensino do idioma. Oferecemos uma formação completa focada no aluno, em suas necessidades e objetivos, viagens, congressos, lazer e para o mercado de trabalho, capacitando para a liderança e o domínio da língua em áreas como design, marketing, negócios, medicina, direito e outras. O aluno precisa ser fluente e ter uma ferramenta que o auxilie a crescer tendo um diferencial verdadeiro”, reforça.

 

A escola transita em eixo internacional tanto com alunos atuando em áreas importantes no mercado de trabalho, como em parcerias com 300 Universidades com cursos em diversas áreas nos Estados Unidos, Inglaterra, Canadá, África do Sul, Irlanda, Austrália e Nova Zelândia; 50 Universidades parceiras para oferecer bolsa-atleta; programas de intercâmbio e, ainda, uma parceria com a escola Talken, de Curitiba para  intercâmbios nos Estados Unidos.

 

Alunos satisfeitos e bem colocados profissionalmente ou em seus estudos são o termômetro para avaliar o trabalho realizado. Luciana destaca que os alunos reconhecem a didática como excelente, muitos trabalhando em outros países, o que é um demonstrativo positivo. “Tenho alunos que aprenderam comigo e estão pelo mundo inteiro. Profissionais trabalhando no parlamento em Londres, gerentes farmacêuticos na Austrália, gerentes em grandes empresas no Canadá e outras posições”, diz.

 

Luciana recebeu propostas para aplicar a didática dentro dos Estados Unidos, mas prefere permanecer na cidade, apoiar os filhos e lutar pelo crescimento da região.

 

“Nossa região é muita rica de uma característica positiva que é o cooperativismo e acredito no potencial de Marechal. Temos que desenvolver nossos talentos, líderes e futuros profissionais e ir além.”

 

Motivação

 

Luciana não imaginava que seria selecionada e conta que estar entre as cinco foi uma grande conquista. “Conheci um pouco mais da luta de cada uma e isso é enriquecedor, ver tantas mulheres incríveis que batalharam e todas mereciam. Não ganhei, mas meu prêmio foi quando uma pessoa me procurou naquela tarde e disse que minha história a inspirou a dar outro rumo para a vida dela”, relata.

 

No evento da Caciopar, foram apresentados vídeos das cinco finalistas e então feito o anúncio da vencedora, que foi Fabiany Politi Begosso Alves, de Assis Chateaubriand.

© 2017 Acimacar
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por